Fora da Curva II

Mais investidores incríveis revelam seus segredos - e você pode aprender com eles / Florian Bartunek, Giuliana Napolitano, Pierre Moreau (orgs); Prefácio Jorge Paulo Lemann; apresentação Florian Bartunek; introdução Giuliana Napolitano e Pierre Moreau – 1. ed. – São Paulo: Portfólio-Penguin, divisão da Editora Schwarcz S.A, 2020. Empreendedores, gestores de fundos, um ex-presidente do Banco Central. Os treze ícones do mercado financeiro retratados neste livro têm histórias distintas, mas exibem algumas características comuns que chamam atenção. A disposição para arriscar e se destacar da média é uma delas. A maneira como lidam com erros ao longo dos anos é outra.
Em depoimentos em primeira pessoa, ricos em detalhes, eles falam sobre carreira e investimentos. Contam como tomam decisões financeiras, o que fazem para manter os pés no chão quando ganham dinheiro e como convivem com o fracasso. Revelam ainda as dúvidas que tiveram no início da carreira e os obstáculos que precisam superar.
No final de cada capítulo, há um resumo dos principais conselhos de cada um dos entrevistados, que pode ajudar quem quer investir melhor e aqueles que buscam inspiração para escolher uma profissão ou dar uma guinada na carreira.

A Nova Geração de CEO’s

Como jovens executivos vêm comandando grandes empresas no Brasil. – e o que você pode aprender como eles / Jair Ribeiro, Giuliana Napolitano, Celso Loducca e Pierre Moreau (orgs.); prefácio Fábio Barbosa; apresentação Giuliana Napolitano – 1. ed. – São Paulo; Portfólio-Penguin, divisão da Editora Schwarcz S.A, 2018. Com a proposta de compartilhar os bastidores da carreira de CEOs bem-sucedidos, este livro mostra que o trabalho duro, o brilho nos olhos, a competência e, sobretudo, as atitudes e o propósito comum partilhado movem esses líderes, seus liderados e – por que não? – o mundo.
No comando de empresas pulsantes, os executivos apresentados aqui fazem parte dos 7% de que, segundo nossas pesquisas, reúnem tanto competências hard – por exemplo, conhecimento de finanças, processos e estratégia – quanto soft – capacidade de mobilização e liderança. Outros 68% têm essencialmente as competências hard: 15%, as soft, e 10% ainda tentam se encontrar. Desses 7%, apenas 2% são chamados os dirigentes estadistas: sua ação é orientada não só nos resultados da empresa, mas também ao bem da sociedade. Eles sabem que não jogam sozinhos e que seu desafio é criar um ambiente que facilite o protagonismo, individual e de equipe. Discurso fácil, ação difícil.
A nova geração de CEOs registra as lições aprendidas, os impasses, e os sucessos desses líderes. Usufrua desses relatos e vá além: identifique o propósito, o tênue equilíbrio entre vida pessoal e profissional, os erros, os acertos e a competência no trabalho em grupo. Ninguém é perfeito, mas uma equipe pode ser.

Grandes Crimes

Organização Pierre Moreau – São Paulo - ed. Três Estrelas, 2017.
Em meio ao turbilhão de escândalos de corrupção que assolam o país, é curioso verificar: este livro só traz crimes de sangue, nenhum de colarinho branco. Mesmo quando emerge a figura do operador PC Farias, o que importa não são os desvios éticos da era Collor, mas os mistérios que cercam a sua morte. No caso de racismo (Siegfried Ellwanger), uma aparente exceção, o que de fato interessa é a lembrança do Holocausto.
Os processos e julgamentos recolhidos em Grandes Crimes nos remetem ao mundo fascinante das motivações e da crueldade: ‘coação irresistível’, ‘tendências à teatralidade’, ‘privação dos sentidos’, ‘relevante valor moral’, ‘violência perdoável’, ‘obsessão amorosa’, ‘fermentação colérica’, ‘surto’, ‘impulso’, ‘honra’, ‘covardia’, ‘emoção’, ‘traição’, ‘vilipêndio’. As narrativas cuidam de corpos esquartejados, embalados, desaparecidos, comidos, apodrecidos, ou simplesmente caídos e fotografados.

Fora da Curva – Os Segredos dos Grandes Investidores do Brasil

E o que você pode aprender com eles / Florian Bartunek, Giuliana Napolitano e Pierre Moreau (orgs.); prefácio Jorge Paulo Lemann; apresentação Giuliana Napolitano; introdução Florian Bartunek e Pierre Moreau – 1.a ed. – São Paulo: Portfólio-Penguin, divisão da Editora Schwarcz S.A, 2016.
Qual é o segredo dos investidores de sucesso? Eles conseguem ganhar dinheiro em qualquer cenário? O que fazem quando perdem?
As histórias de alguns dos maiores investidores do Brasil, contadas por eles mesmos, ajudam a responder essas perguntas. Em depoimentos honestos e muitas vezes surpreendentes, contam como atravessaram crises, planos econômicos mirabolantes e até períodos de euforia sem perder a cabeça - e fazendo, é claro, bons investimentos.
Os dez investidores aqui retratados – André Jakurski, Antônio Bonchristiano, Florian Bartunek, Guilherme Ache, Guilherme Affonso Ferreira, José Carlos Reis de Magalhães Neto, Luis Stuhlberger, Luiz Fernando Figueiredo, Meyer Joseph Nigri e Pedro Damasceno – construíram carreiras interessantes, montando empresas do zero, refazendo companhias ou trabalhando em ambientes altamente competitivos. Além de lições valiosas sobre investimentos, há, em suas trajetórias, conselhos inspiradores para quem está começando a trabalhar e também para quem pretende dar um novo rumo à carreira.

As Letras da Lei

Rio de Janeiro – 1. Ed. - Carta da Palavra, 2013.
O mundo dos tribunais, as teias da burocracia forense, o espetáculo da punição, a reprovação moral, a justiça almejada e não alcançada, tudo isso além de pontuar a vida daqueles a quem se convencionou chamar operadores do Direito, é a inspiração perfeita para a Literatura (...).
(...) Esta coletânea reúne contos de profissionais bem-sucedidos em suas respectivas carreiras jurídicas, uma amostra singela do panorama que se desenrola diante de seus olhos. Escritos diferentes, são instantes de medo, desejo, alegria, dúvida, vaidade, surpresa.

Grandes Advogados

Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2012. Ao longo das diversas histórias que emergem das conversas com grandes profissionais da advocacia brasileira que compõem este livro, um traço comum se insinua: a ideia de que o sucesso profissional no Direito é um processo complexo, que resulta de fatores muito distintos. Para além da dedicação aos estudos, da rapidez e na atualização, na habilidade na arte da palavra e do convencimento, do empenho na competição profissional ou do acaso de estar na hora e no local certos, há um componente comum a todos os casos: a paixão pela ciência do Direito.
Nas entrevistas deste livro conduzidas por Pierre Moreau, isso fica evidente. A superposição entre o trabalho e o afeto, originalmente espontâneo e involuntário, forja os grandes tribunos, anima os especialistas nos códigos, insufla os maquinadores engenhosos de soluções para testar os fundamentos, os limites e até as falácias da lei. É o encontro das inclinações e das vocações com o saber jurídico que surgem os desafios dessa complexa construção humana que é o Direito, base ideal e milenar da cidadania.
Se o leitor já tem essa paixão, terá contato neste livro com diversos caminhos para transformá-la em atividade gratificante. Se não tem, é grande a chance de que essas histórias de vida, de causas e carreiras sirvam como exemplo e grande estímulo.

Responsabilidade Jurídica na Previdência Complementar

Responsabilidade na gestão de recursos garantidores – São Paulo - Quartier Latin, 2011.
A Seguridade Social é uma das grandes promessas que nos legou o constituinte de 1988. É bem verdade que, tal promessa, não foi leviana ou impensada. Veio sendo configurada ao longo da história pátria e teve sua bem precisa definição em uma lei, que como tudo o que é prematuro, não vingou: a que criava o Instituto de Serviços Sociais do Brasil.
Este livro é a segunda prestação de contas que faz à comunidade científica, que se enfileira ao lado do primeiro, no qual deu à estampa sua dissertação de Mestrado.

Tributação nos Mercados Financeiros e de Capitais e na Previdência Privada

ed. Quartier Latin, 2007.
A presente obra permite verificar que a compreensão dos eminentes conselheiros sobre o destino do Direito Tributário na nossa realidade de resumir-se a preocupação meramente procedimentais que evolui para as categorias mais sofisticadas da reflexão e das funções do tributo no Estado Social de Direito. É, portanto, obra que passa a ser obrigatória por todos aqueles que se interessam pelo Direito no átimo da sua aplicação.

O Financiamento da Seguridade Social na União Européia e no Brasil

São Paulo - Quartier Latin, 2005.
Neste livro objetiva-se analisar estas questões nacionais, comparando as medidas tomadas para sanar os três macroproblemas do financiamento da Seguridade Social, antes citados, pelos países europeus, mentores da Seguridade Social e as engrenadas do Brasil.
Neste contexto é o que pretende inserir o presente trabalho, comparando o tratamento das três macro questões do financiamento no Brasil e na União Europeia, desvendando-se deste comparativo que o Estado de Direito traz inúmeras consequências, entre elas a financeira.