Mãe de Marília Mendonça realiza desejo da filha e lança canal de culinária

Mãe de Marília Mendonça realiza desejo da filha e lança canal de culinária Marília começou não só a cozinhar, mas também se apaixonar por isso na pandemia, conta, ao GLOBO, uma pessoa próxima à família Por Gustavo Cunha - Rio de Janeiro 06/05/2022 00h30 Atualizado há 17 horas


Marília Mendonça (à direita) com a mãe, Ruth Moreira - Foto: Divulgação Mãe de Marília Mendonça, Ruth Moreira concretizará, no próximo domingo (8), um sonho que cultivava recentemente ao lado da filha, vítima de um acidente aéreo há exatos seis meses. No Dia das Mães, ela lança um canal de culinária no YouTube, ensinando receitas que gostava de fazer com a sertaneja. - Marília começou não só a cozinhar, mas também a se apaixonar pela cozinha na pandemia - conta uma pessoa próxima à família ao GLOBO. A cantora - que, antes da fama, vendeu coxinhas e bombons com a mãe - teve a ideia de criar um canal para falar sobre culinária, no YouTube, ao lado da mãe. As duas haviam iniciado, inclusive, uma reforma na cozinha da chácara da família, em Goiás, com a ideia de utilizar o local como cenário para as gravações. Será lá que Dona Ruth aparecerá ensinando receitas como o regional chambari, prato preferido de Marília, feito com a carne da perna do boi. Quarto intacto O quarto da cantora Marília Mendonça segue intacto, com os objetos no mesmíssimo lugar onde a cantora os havia deixado. A mãe da sertaneja pretende fazer um bazar beneficente com determinadas roupas da filha, mas ainda não conseguiu mexer nas peças que a artista guardava num closet, em casa. O conjunto quadriculado que Marília usava no dia em que aconteceu o acidente está guardado, dentro de um saco, num dos armários do quarto. A peça está marcada com rasgos e manchas de óleo. "Não mexi em nada", conta Ruth. A família também não abriu, até o momento, o diário encontrado com Marília no avião. A artista utilizava o caderno para rascunhar canções inéditas. Desde a adolescência, Marília mantinha o hábito de colecionar cadernos. No quarto da cantora, há vários deles. Na cabeceira, está o livro "Fora da curva: os segredos dos grandes investidores do Brasil e o que você pode aprender com eles", com organização de Pierre Moreau, Florian Bartunek e Giuliana Napolitano, e que ela estava lendo em 2021. Outros títulos que a cantora mantinha nas prateleiras eram as biografias de Renato Russo, Frida Khalo e Rita Lee, além de "O lado bom da vida", do autor Matthew Quick, e "Todos vícios", de Maitê Proença.